Óleo Essencial Lavanda 40/42% Mont Blanc

    A partir de
  • R$41,40


Opções Disponíveis


As lavandas (populamente conhecidas como alfazemas) são plantas do gênero Lavandula, filo Magnoliophyta, da família Lamiaceae. São pequenos arbustos, perenes, incluindo também as anuais e os subarbustos. O nome é mais frequentemente usado para as espécies do gênero que crescem como ervas e para ornamentação. Destas as mais comuns são a lavanda inglesa e a Lavandula angustifolia (L. officinalis). As espécies ornamentais geralmente são as L. stoechas, L. dentata, e a L. multifida.

As lavandas crescem em jardins. Suas flores são usadas para arranjos florais secos. As flores púrpuras e os brotos, de fragrância suave, são utilizados em potpourris. Secados e embalados em pequenos saquinhos de tecido de algodão são utilizados para serem colocados entre as roupas do armário para dar-lhes uma fragrância fresca e agradadável, e também para impedir a presença de insetos e parasitas. O cultivo comercial da planta é para a extração de óleos das flores, caules e plantas, que são utilizados como anti-sépticos, em aromaterapia e na indústria de cosméticos. Como produto terapêutico, em infusão, deve ser evitado o uso contínuo, podendo produzir excitação em dose tóxica.

O óleo essencial da lavanda (do latim "lavare", "lavar") já era utilizado pelos romanos para lavar roupa, tomar banho, aromatizar ambientes e como produto curativo (indicado para insônia, calmante, relaxante, dores, etc.). O óleo é obtido da destilação das flores, caules e folhas da espécie Lavandula officinalis. Entre várias substâncias, o óleo apresenta na sua composição o linalol e o acetato de linalila, que conferem a sua fragrância e, ainda, resina, saponina, taninos cumarinas.

As flores de lavanda produzem um néctar abundante que rende um mel de alta qualidade produzida pelas abelhas. O mel da variedade lavanda foi produzida inicialmente nos paises que cercam o Mediterrâneo, e introduzido no mercado mundial como um produto de qualidade superior. As flores da lavanda podem ser utilizadas como decoração de bolos. A lavanda também é usado como erva isoladamente ou como ingrediente da erva da Provence (França).

Lavandas nativas são encontradas nas Ilhas Canárias, norte e oeste da África, sul da Europa e no Mediterrâneo, Arábia e Índia.

Um óleo que atua acalmando a agitação, útil em problemas de insônia e histerismo. Empregado em queimaduras, stress, insolação, como citofilático e regenerador celular e para dar a sensação de liberdade. Calmante e paz.

 

FORMAS UTILIZAÇÃO :

  • Inalações: 6 a 15 gotas em difusor 3 vezes ao dia;
  • Uso tópico local: puro ou diluído a partir de 3%
  • Uso em massagens: 2 a 3%
  • Toxidade e recomendações: Normalmente um óleo essencial bem seguro. No caso da lavanda spike, estoeca e do lavandim, seria bom evitar em epilépticos devido ao teor em cânfora do óleo.
  • DL50: Oral: Lavanda spike e estoeca: entre 2-5g/kg (Tisserand, 1995). Lavandim, lavanda comum e fina: acima de 5g/kg (Tis., 1995).
 Escreva uma avaliação

Você visualizou